Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Segurança Eletrônica e Cursos de Formação do Estado de São Paulo
Siga-nos:

SESVESP cobra pagamentos da Prefeitura de São Paulo

SESVESP cobra pagamentos da Prefeitura de São Paulo

Secretarias municipais se comprometem a estabelecer cronogramas para pagamentos dos anos de 2012 a 2014

O Sesvesp esteve nesta quinta-feira (23/6) em Audiência Pública da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de São Paulo. Evento teve a forte participação do diretor de Relações do Mercado do SESVESP, Dr. Clober Toledo para que ocorresse e contou como agente motivador o vereador Adolfo Quintas (PSDB), integrante da Comissão. O motivo da audiência é o de não pagamento de serviços prestados pelas empresas de segurança privada nos anos de 2012 a 2014. O montante de recursos financeiros represados alcançam cifras na casa dos milhões. O presidente do SESVESP – Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Segurança Eletrônica e Cursos de Formação do Estado de São Paulo, João Palhuca, disse que as empresas de Segurança Privada sofrem hoje com a crise e com a falta de sensibilidade dos órgãos municipais. “O SESVESP representa 530 empresas no Estado de São Paulo e estas invariavelmente prestam serviços de segurança aos próprios públicos municipais e vem enfrentando problemas sérios de finanças em poder honrar compromissos. Isso gera crise social para a manutenção dos postos de serviços e empregos além de falências de diversas empresas, quem aguenta essa situação nos dias de hoje?”, perguntou enfaticamente Palhuca.

O Dr. Toledo se manifestou em termos de entender e cobrar a Prefeitura paulistana dos motivos pelos quais aconteceram pagamentos atrasados relativos ao ano de 2015 e os anos de 2012 a 2014 ainda estarem com contas em aberto no DEA – Despesas de Exercícios Anteriores. Ele cobrou também um cronograma de pagamentos. As secretarias envolvidas são: Secretaria Municipal de Saúde, Autarquias Hospitalares e Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente que contavam com representantes presentes.

O requerimento nº 33/2016 do vereador Adolfo Quintas (PSDB) que motivou a audiência desta quinta-feira cobra respostas por parte das empresas que prestaram serviços aos órgãos municipais. O assessor jurídico do gabinete do vereador Quintas Dr. Hômulo Silva considerou que houve avanços na matéria discutida com os representantes. “Há mais de um mês quando fizemos questionamentos pontuais para as secretarias e autarquias não obtivemos nenhuma resposta. Hoje saímos daqui com a Secretaria de Saúde informando que já há execução para os pagamentos referentes aos anos de 2013 e 2014, já para as próximas semanas e as outras secretarias e autarquias admitiram os débitos e dependem de um cronograma a ser montado para a satisfação dos valores”, considerou o Dr. Hômulo.

Os representantes dos órgãos municipais devedores se comprometeram a fazer um grande esforço para pagamento já nas próximas semanas, de acordo com a análise e liberação de caso a caso, junto à Secretaria das Finanças.

Tanto a Câmara dos Vereadores, quanto o SESVESP, continuarão acompanhando os desdobramentos e avaliarão novas medidas necessárias para o recebimento dos valores. O que se espera é agilidade no estabelecimento dos cronogramas de pagamento. Vale informar que foram convocados para a Audiência, o Prefeito de São Paulo, os Secretários da Finança, de Assuntos Jurídicos, contudo somente seus representantes estiveram presentes.

 

Notícias Relacionadas