Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Segurança Eletrônica e Cursos de Formação do Estado de São Paulo
Siga-nos:

Lançamento do Selo Investidor Social SESVESP


Ivone Santana, Mario Andreoli, Felipe Villarinho, Eliane Miada, Sidney Tinoco, Roberto Di Cunto, Amauri Ribeiro e Ronaldo Pena.

O SESVESP sediou um encontro com foco voltado à responsabilidade social e com objetivo de apresentar dados evolutivos das empresas patrocinadas e suas metas para o próximo ano. A reunião foi liderada pelo Dr. Felipe Villarinho, advogado do Sesvesp, e pelo coordenador da área o diretor Sidney Tinoco, contando com a presença dos diretores de cada associação: Ivone Santana do site Câmara Inclusão, Mario Andreoli do Instituto Hippocampus (IHPSI), Eliane Miada da Associação Desportiva para Deficientes (ADD), Amauri Ribeiro (campeão olímpico de Voleibol do Brasil) do Clube dos Paraplégicos de São Paulo (CPSP) e Roberto Di Cunto da Associação JR Ferraz.
 
Entre os temas destacados, o site Câmara Inclusão que expandiu o seu acesso às redes sociais e, atualmente, tem em sua página no Facebook o compartilhamento de suas principais notícias, atingindo uma diversidade e um engajamento maior de público. Já a Associação Desportiva para Deficientes traz como novidade o interesse em seguir investindo nas equipes que competem nos torneios a nível nacional e busca se consolidar entre as quatro primeiras do ranking, enquanto o CPSC e a JR Ferraz também contam apoio nas equipes de vôlei sentado e da natação para os atletas com deficiência intelectual. Por fim, o Instituto Hippocampus com seus cursos de capacitação conseguiu incluir nas empresas um total de 189 pessoas no mercado de trabalho entre os anos de 2015 e 2016.
 
“As pessoas precisam encontrar uma oportunidade e serem tratadas com educação. O estímulo dessas empresas constroem uma sociedade melhor”, comenta Sidney Tinoco.
 
Os esportes coletivos para deficientes como, o Magic Hands, basquete sobre cadeiras de rodas se tornou tetracampeão brasileiro. No volleyball sentado, um ex-motoboy que teve sua perna amputada e foi recolocado ao mercado, além de ser funcionário do Banco Itaú, foi considerado o melhor líbero de volley no mundial.
 
Na área do trabalho uma menina usando o software para deficiente visual, faz inserções e trabalhos em planilha excel, mais rápido que aqueles que não possuem deficiência.
 
São diversos exemplos de dedicação e amor à causa que esses gestores sociais produzem esses brilhantes resultados com o apoio de nossos investimentos.
 
Todos esses dados e a vida dessas pessoas e o impacto do investimento em suas vidas será uma matéria especial de 30 anos do SESVESP em Fevereiro de 2017. Não perca!
 

Notícias Relacionadas